Mudanças para 2018: Criatividade


Criatividade é uma das características mais mencionadas em listas de competências desejáveis para um líder ou profissional em geral. Mas o que significa criatividade no mundo corporativo? Independentemente do que esteja no dicionário ou até mesmo qual seja o significado etimológico da palavra, no mundo corporativo criatividade deveria significar a capacidade de apresentar soluções alternativas para problemas conhecidos e saídas inovadoras para novos problemas. Contudo, para se exercer a liderança criativa, é preciso coragem para desafiar o status quo, mas é necessário também ter simplicidade, pois muitas das possíveis soluções para os desafios do dia-a-dia são mais simples e ordinárias do que parecem. Tomemos como exemplo o processo de brain mining [“exploração do cérebro”] do professor Theodore Scaltsas: “buscamos em nossa mente velhas soluções que podem ser aplicadas a novos tipos de problemas. Definido dessa maneira, o pensamento criativo é claramente um processo natural, pois a mente naturalmente soluciona novos problemas por meio de velhas soluções, graças a nossos mecanismos do cérebro preditivos e cheio de predisposições.

Tudo o que temos de fazer para pensarmos criativamente, portanto, é sistematicamente redefinir um problema intratável até que o transformemos em um problema que alguma velha solução de que já dispomos possa solucionar.  Se a nova versão do problema for uma redefinição factível do mesmo e a solução desencadeada pela redefinição for muito diferente das soluções convencionais do problema original (pré-redefinição), então temos uma inovação. “ Por exemplo, suponha que está numa sala e seu desafio original é sair dela. Há um punhado de soluções convencionais: você abre a porta ou pula pela janela. Mas o que fazer se a sala estiver no 10o andar e houver um incêndio atrás da porta? As soluções convencionais serão fatais.  Para sobreviver nessas circunstâncias, você supõe (antes de saber se isso pode ser feito) que pode pular com segurança pela janela; então você considera como fazê-lo. Isso desencadeia o pensamento de um paraquedas, o que o faz enxergar as cortinas com um novo olhar. Você resolve o desafio da “saída segura” criativamente ao transformá-lo em um problema de como construir um paraquedas com as cortinas. Uma maneira de desencadear essas soluções é imaginar formas para sair do dilema em que você se encontra ao imaginar as circunstâncias que estão bloqueando seu progresso sendo eliminadas uma a uma.  Isso produz versões diferentes do desafio. Uma dessas novas versões hipotéticas pode muito bem se assemelhar a um tipo de problema que você já resolveu no passado. Sua mente então disparará todo um novo conjunto de soluções, uma ou mais das quais pode funcionar. 

Se a solução que escolher para a nova versão do desafio não for a usual para a versão original, certamente se qualificará como uma solução criativa para a nova versão. Como diria Steve Johnson no vídeo Where good ideas come from?, a mente conectada facilita novas ideias. Que a sua se conecte a sua própria experiência de vida ou de outro alguém para que o pensar fora da caixa – que persegue o sono de muitas pessoas – seja mais possível do que se imagina.

  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube

Center Vale Shopping entrada no 1º andar, ao lado da Kalunga.

 

Avenida Benedito Matarazzo, 9403
Jardim Oswaldo Cruz - CEP: 12215-900

Quer ficar por dentro das últimas tendências em gestão de pessoas e comportamento humano que afetam as organizações?

Inscreva-se em nossa newsletter

© 2019, Conexão T&D. Todos os direitos reservados.